14.7.09

ALÔ CQC!


Leitores, pais, primos, amigos e vizinhos dos leitores,

Estava refletindo sobre minha última postagem "ALERTA ILUMINADO" e me dei conta de que ninguém (do poder público) está fazendo nada para resolver. Então resolvi pedir ajuda para o pessoal do Programa CQC-Custe O Que Custar da Band, e chamar a atenção para o assunto! Eles têm um quadro chamado Proteste Já onde são abordados problemas do povo que ainda não tenham, digamos, "uma solução concreta". Portanto hoje envie o seguinte e-mail:

"E ae Tas, e ae Rafinha, e ae Luque,

PARABÉNS pelo programa!

Meu nome é Henrique, sou engenheiro ambiental e dono do blog CONCEITO ECOLÓGICO. Essa semana fiz uma postagem no meu blog (
www.conceitoecologico.blogspot.com) sobre a falta de lugares para descartar lâmpadas fluorescentes em São Paulo e em outras cidades.

Há um grande incentivo para o uso dessas lâmpadas, pois consomem muito menos energia que as incandescentes e assim o planeta agradece. Mas, de nada adianta economizar energia e poluir depois certo? Existem algumas empresas que fazem a reciclagem completa delas (separam tudo, é até bonito de ver), mas só fazem coleta em grandes volumes, o que impossibilita, nós, com nossas meras 2 ou 3 lampadinhas, de dar o destinos correto para esse resíduo tão perigoso (devido ao mercúrio) para a saúde e para o meio ambiente. Sem lugar para descartá-las, pra onde elas vão? Pro lixo comum! Daí para um aterro sanitário (quando não for para um lixão), e então para o solo, para a água e está feita a "sujeira"!

Numa cidade com mais de 10 milhões de habitantes como São Paulo, se metade consumir 5 lâmpadas em um ano, são 25 milhões de lâmpadas, sendo que cada uma tem em torno de 21 mg de Mercúrio (Hg) (fonte:
http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc28/04-QS-4006.pdf), serão 525 kg de Hg contaminando o solo e a água em um ano. O PROTESTE JÁ poderia dar uma força para nós encontrarmos uma solução bacana para esse problema. Assim como é feito com pilhas, baterias e pneus, poderia ser feito com essas lâmpadas, onde quem produz tem obrigação de coletar e dar o destino correto do material, assim toda lojinha onde a tal lâmpada for vendida teria um coletor das queimadas. No vídeo que postei tem um exemplo bem legal de um shopping do Distrito Federal! O assunto é complexo, mas temos que simplificar a informação para que mais pessoas tomem consciência de que o Brasil e o mundo é de todos, e que a questão ambiental não é mais cuidar de baleias e macaquinhos coloridos na Amazônia, agora é uma questão de sobrevivência. Eu e uma galera da blogosfera ecológica e fãs do CQC ficariam muito felizes se vocês abordassem o tema Meio Ambiente no programa. Se puderem dêem uma passada no meu blog.

Abraço a todos!!"

Como uma andorinha só não faz verão, na postagem de hoje quero pedir ajuda a vocês para darem uma força, enviando outros e-mails, twittando, comentando nos blogs, colaborando do jeito que puderem para passarmos adiante essa informação e encontrarmos juntos uma solução para o problema.

Conto com vocês!!!

...

2 comentários:

Mariana M. Thomé disse...

Até hoje não houve resposta??

Henrique Beckmann disse...

Putz :¬/

Nada até hoje!

...

Related Posts with Thumbnails